R-Evolução Anti Pedófilos*

*(R-Evolução Anti Pedofílicos)

 

2021

 

 

 

 


NÃO LAMENTEM EM MEU NOME

 

 


 


PEDÓFILO
ROGERIO NONNENMACHER



Venho aqui informar o falecimento de meu pai, o PEDÓFILO Rogério Nonnenmacher.
Aceito e respeito que as pessoas enviem seus sentimentos de pesar aos familiares, conforme ocorreu com postagem de familiar que compartilhou no Facebook e na qual fui inicialmente adicionada. Mas gostaria de esclarecer que NÃO me incluo entre as pessoas que lamentam a partida de meu pai. Em meu coração ele já morreu há muitos anos, quando destruiu minha inocência e o sonho que eu tive de ter um pai ao qual pudesse amar.
 

Sim, sinto dor, mas pela destruição que meu pai causou em nossa família, em minha vida e nas vidas de outras pessoas.
Mas não compactuo com desejos de que ele seja acolhido no amor divino, ou que se encontre com outros de bom espirito na morada celestial, pois o que ele fez está longe de ser amor e de ter sido um pai. Reconhecer que Rogério Nonnenmacher foi um homem bom, seria um desrespeito com aqueles que partiram e que fizeram o bem.
Ele fazia o possível para ser um político correto, para que ficasse acima de qualquer suspeita sobre os horrores que fazia com suas próprias crianças. Ele ajudava as pessoas, para estender sua teia de confiança para se aproximar de suas crianças.
 

Não acredito na salvação da alma dele, nem que ele tenha se arrependido das maldades que fez.
Independente dele ter se dado conta ou não do que fez nas suas últimas horas, ele certamente terá que corrigir os erros desta vida em outra.
Não posso aceitar que monstros que abusam de crianças tenham o mesmo acolhimento divino das vítimas! Se for assim, a “morada celestial“ é o último lugar para onde desejo ir quando partir!
Se é que existe um Deus que seja justo, que o mesmo tenha misericórdia do seu espirito, pelos erros que Rogerio Nonnenmacher terá que pagar pois, quem o estará esperando para acertar a contas, só poderá ser o “Capeta”!
 

Certamente um bando de gente que nunca teve um pedófilo na família ou, quem nunca fez qualquer esforço para salvar uma criança das garras destes predadores, e aqueles que acobertam pedófilos e vão a igreja todos os domingos, dirão que devo perdoar...Pois saibam que, eu perdoei meu pai no passado por vezes, pois estava ILUDIDA com suas mentiras de que ele havia mudado. E, ele me provou por todas as vezes que não valeu a pena perdoá-lo pois, em todas as vezes que o perdoei, ele repetiu os abusos novamente com outras vítimas.
Aprendi ao longo dos anos que perdão não significa a reconciliação que as igrejas sugerem, mas sim em DEIXAR PARTIR de nossas vidas aqueles e aquilo que já não nos servem.
Assim, ao longo dos anos perdoei muitos, incluindo meu pai, os que me deram as costas e traíram a minha confiança.
 

Me dou conta mais uma vez de como foi bom deixar o Brasil pois, quando pedófilos morrem, existem pessoas que ainda lembram mais das qualidades que imaginam nestes predadores, do que da destruição que eles causaram.
Conviver com este tipo de mentalidade me revolta o estomago!
Mais triste ainda é ver que, mesmo depois de morto Rogerio Nonnenmacher continua a criar DISCORDIA entre os familiares, sendo que fui bloqueada ao me manifestar, tendo novamente que reviver tempos em que me colocavam uma MORDAÇA, porque eu lembrei quem ele realmente foi!
Enquanto ainda existem tantos que vivem com VERGONHA de que as pessoas saibam quem foi nosso pai, me sinto LIVRE para falar sobre isso, do outro lado do planeta!

 

 

 

 

 

 

Copyright © Desde 2003 www.r-eap.org - Todos os direitos Reservados