R-EAP

 

www.r-eap.org

 

 

GUESTBOOK - LIVRO DE VISITAS 

2006

 

 EntryNo:

12

 Date:

Sunday, 

3 December 2006 

 6:45:50 PM

 

E l i s a b e t h  N o n n e n m a c h e r

 

Internet Explorer

Australia

 

 

MESSAGE FOR MICHELLE

 

Michelle, 

It is so good to know that I have been able to help people I even don’t know. It is always rewarding to be able to help to break the isolation so many survivors still live in.

If you live in the Gold Coast area, in Australia, you can join ASCA support groups and get to meet myself and also meet other survivors and learn that you are not alone.

Gold Coast contact e-mail address is goldcoast@asca.org.au.

In the support groups, we share our pain and our strengths, and it is very helpful to know that there are people like us who understand what we have been through and who are sympathetic to us.

You can also call ASCA national helpline 1300 657 380, if you need information or reach for support in moments of crisis. Otherwise, you can also contact ASCA by the information e-mail address info@asca.org.au , to get to know where is the closer support group close to where you live, in Australia.

 

Michelle, always trust your own feelings and never give up from what you believe is true.

I wish you all the best and maybe we can get to know each other in the future.

 

Kind Regards,

Elisabeth 

 

TRADUCAO DE MENSAGEM PARA MICHELLE 

 

Michelle.

É tão bom saber que tenho sido capaz da ajudar pessoas que nem mesmo conheço. É muito recompensador se poder ajudar a quebrar o isolamento em que tantos sobreviventes que ainda vivem.

Se você mora na área da Gold Coast, na Australia, você pode se tornar membro da ASCA e participar de nossos grupos de apoio e me conhecer pessoalmente, assim como também conhecer outros sobreviventes e sentir que você não está sozinha.

O endereço de contato na Gold Coast é goldcoast@asca.org.au.

Através de nossos grupos de apoio, compartilhamos nossa dor, nossa força, e é muito benéfico tomar conhecimento de que existem pessoas assim como nós, que compreendem o que temos passado e que são simpatéticas ao que sentimos.

Você também pode ligar para a linha nacional da ASCA 1300 657 380, se você deseja receber informações, ou precisa de apoio em momentos de crise. Ou, você pode contatar a ASCA através do endereço de e-mail info@asca.org.au , para saber onde é o grupo de apoio mais próximo da área em que você mora na Austrália.

 

Michelle, sempre acredite em seus próprios sentimentos e jamais desista daquilo que você acredita ser verdadeiro.

Lhe desejo tudo de melhor e quem sabe podemos vir a nos conhecer pessoalmente no futuro.

 

Com carinho,

Elisabeth    

 

 

 

 

 

 EntryNo:

11

 Date:

Sunday, 

3 December 2006 

11:20:14 AM

 

Michelle H

 

Internet Explorer

Australia

 

 

Hello Elisabeth,

Your website has been just the inspiration I have needed to cope with my own situation.  I have many questions, though and would love to meet you one day.  Congratulations on being such a strong and wonderful person.

   

I am 34 years old and have four children between the ages of 5 years and 9 months.  My flashbacks began only 3 months ago and my family are pushing me away.  I wanted to let my brothers and sisters know so they could protect their own young children. At first they believed me but within 24 hours of telling them, they all turned against me and have told me to stay away from them and their children. Anyway, my story goes on, as I am sure do the stories of many other survivors.

 

The family I once knew is not real and now I will just focus on my own family and know that my children will be safe.  

Thank you again for your very inspiring website.  I feel even stronger in myself now after reading it.

 

Kind Regards,

Michelle

 

 

TRANSLATION

 

Olá Elisabeth, 

Sua página na internet tem sido o exato tipo de inspiração que eu preciso para lidar com a minha situação. Tenho muitas perguntas a serem respondidas e espero poder lhe conhecer pessoalmente um dia.  Parabéns por ser uma pessoa tão forte e maravilhosa.

 

Tenho 34 anos e quarto crianças de idades entre 5 anos e nove meses. Minhas memórias de abuso comecaram apenas a três meses atrás e minha familia tem me rejeitado. Eu quis contar a meus irmãos e irmãs, para que eles ficassem sabendo e protegessem suas proprias crianças. Primeiro, eles acreditaram em mim mas, no dia seguinte, eles todos se voltaram contra mim e me disseram que ficasse longe deles e de suas crianças. Assim, minha historia segue, como sei que acontece com tantos outros sobreviventes.

 

A familia que pensei que conhecia,  não é real e tudo que quero agora é concentrar em minha própria familia e saber que minhas crianças estarão seguras. 

Muito obrigada mais uma vez por seu website tão inspirador. Após lê-lo, me sinto agora ainda mais forte em meus propósitos.

 

Com carinho, 

Michelle 

 

 

 

 

 EntryNo:

10

 Date:

Wednesday,

 5:35:40 PM

22 November 2006

 

E l i s a b e t h  N o n n e n m a c h e r

 

Internet Explorer

Australia

 

 

 

MENSAGEM DA AUTORA

 

SILÊNCIO

A Austrália teve a premier de lançamento do filme SILÊNCIO, na Gold Coast, no dia 16 de Novembro de 2006.

Ao invés de enfocar no mundo das celebridades e cifras milionarias, este filme aborda o tema de abuso sexual na infância.

A premier ocorreu no Cinema Roxy da Movie World e contou com a presença de todos que fizeram parte do filme, bem como patrocinadores, convidados especiais que incluiram membros de organizações que combatem abuso sexual na infância, colaboradores e imprenssa.

Como sobrevivente de abuso sexual na infância, membro da ASCA e autora do site R-Evolução Anti Pedofilicos, tive o privilégio de ser convidada para estar presente para assistir a estréia deste filme de tamanha importância.

Veja mais na página ÍNDICE, no artigo de título SILÊNCIO deste site…

 

TRANSLATION

MESSAGE FROM THE AUTHOR

 

SILENCE

Australia had the premiere of the film SILENCE, in the Gold Coast, in the 16th November 2006.

Instead of focusing in the world of celebrities and millionaire production costs, this film shows the theme of child sexual abuse.

The premiere happened in Roxy Cinema in Movie World and had the presence of people who worked in the film, as well as sponsors, especial guests which included members of organizations that work for prevention of child sexual abuse, volunteers and the press.

As a survivor of child sexual abuse, as a member of ASCA and author of the website R-Evolution Against Pedophiles, I had the privilege of being invited to watch the release of such an important film.

 

Please, read more by following the page INDEX, article SILENCE, in this site…

 

E l i s a b e t h   N o n n e n m a c h e r  

 

 

 

 

 EntryNo:

9

 Date:

Sunday,

 7:25:40 PM

29 October 2006

 

E l i s a b e t h  N o n n e n m a c h e r

 

Internet Explorer

Australia

 

 

MENSAGEM PARA MIRIAM ESCANHUELA

 

Obrigada por seu apoio e solidariedade.

Que bom que profissionais de saúde  e estudantes de psicologia como você se apresentam neste site para reconhecer a necessidade de se falar, pesquisar, educar e agir em questões de abuso sexual na infância.

O reconhecimento de vocês a atitude de sobreviventes como eu é altamente apreciado e importante, para que mais vítimas se sintam apoiadas no seu direito de reclamar os abusos que estas sofrem ou sofreram e para conscientizar a população para a necessidade de mudanças para se combater abuso sexual na infância.

Sua proposta de pesquisa e de perspectiva professional é de fundamental importância para que as vítimas e sobreviventes não se sintam isoldas e sim se sintam amparadas por seu sofrimento e encorajadas a rejeitar tal tipo de violência em suas vidas, pois tomam conhecimento que podem encontrar profisisonais que se sensibilizam com suas causas. Da mesma forma, seu apoio desfaz a imagem de loucura e injusto preconceito imposta as vítimas, por aqueles que encobrem e promovem abuso sexual na infancia. 

Obrigada também por pedir permissão a respeito de autorização de uso de material deste site para fins de seus estudos e desenvolvimento professional. Você pode fazer uso dos textos deste site, dentro das normas de publicação literária, como referência e citação para seus trabalhos de pesquisa, divulgando a origem destes, bem como minha autoria de texto para tais fins. Fico também aberta a discussão especifica de outras parcerias futuras dentro de minhas possibilidades e disponibilidade na ocasião.

Em nome das sobreviventes e vítimas de abuso sexual na infância, agradeço seu intertesse, compaixão e determinação para trilhar junto conosco esta luta tão difícil.

 

 

TRASLATION-MESSAGE TO MIRIAM ESCANHUELA

Thank you for your sympathy and support.

It is good to see that professionals of health and students of psychology like you present themselves to this site, to acknowledge the necessity to talk, make research and to take action about issues related to child sexual abuse. Your recognition towards the attitude of survivors like me is highly appreciated and important, so more victims feel supported in their rights to claim the abuses they suffered or are still suffering, and to make society aware of the need to change patterns of behavior to fight child sexual abuse.

Your research proposal and professional perspective is extremely important, so victims of child sexual abuse do not feel isolated , but feel supported for the suffering they endure, as well as encouraged to reject this type of violence in their lives, because they get to know that they can have professionals who are sensitive to their cause.

In the same way,  your support dispels the image of craziness and unfair prejudice imposed to the victims by those who cover up and promote child sexual abuse.

Thank you too for asking permission regarding authorization for the use of texts found in this website, for your studies and professional development. You can make use of the texts of this site under the literary publication standards, as references and quotes, for your research work, by acknowledging the origin of the texts as well as my name as the author.

I make myself available for specific discussions for other future partnerships, according to my possibility and availability at the time.

 

I want to thank you in the name of the victims and survivors of child sexual abuse, for your interest, compassion and determination to follow with us such a difficult challenge. 

 

E l i s a b e t h   N o n n e n m a c h e r  

 

 

 

 

 EntryNo:

8

 Date:

Wednesday,

  8:25:40 AM

18 October 2006

 

Mirian Escanhuela  

 

Internet Explorer

Brazil

 

 

Oi Elisabeth,

Primeiramente quero me solidarizar contigo em relação a história de tua vida.

Sou aluna do último ano do curso de psicologia da Unisinos, trabalho na clínica da Unisinos, prestando atendimento à crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual, sob orientação do profº Renato Caminha. Sou bolsista na UFRGS, sob orientação da profª Dra. Silvia Koller, onde também sou vinculada ao CEP RUA (veja o site http://www.ailha.com.br/ceprua/ ) onde tenho vínculo como pesquisadora. Meu TCC é feito dentro de um orfanato na cidade de Sapucaia do Sul, com crianças abusadas e negligenciadas, onde além de trabalho de pesquisa que realizo, faço também intervenções. Quiz me apresentar um pouco pra ti, pra saberes que tenho grande interesse em trabalhar principalmente com crianças vítimas desses monstros, como também, me inserir para melhor compreender todo o sofrimento que essas vítimas passam nas mãos de seus algozes. Pretendo também,  produzir  material de conhecimento para apoiar, amenisar e divulgar pesquisas sérias e com dados fidedignos em relação a realidade brasileira. Não tenho por objetivo trabalhar e tão pouco diagnosticar as patologias dos pedófilos, não é esse meu objetivo, pretendo sim, divulgar através da literatura, dados para ajudar a criar políticas públicas e preventivas à população exposta a esses doentes psicóticos e repulsivos. Sou pesquisadora, ano que vem inicio meu mestrado na UFRGS (se passar na prova) e dar seqüência a meus estudos na área. Quando fiquei sabendo de tua história (através de teu sobrinho, Rodrigo, filho da Élia), vi o quanto corajosa e guerreira tu és. Elisabeth,  pensando na história e tua coragem, pensei, claro se concordares e com tua participação, levar material para aprsentar em congressos e eventos de psicologia. Por questões éticas, além de morais, não farei nada sem teu consentimento. Sendo assim fico no aguardo de tua resposta e na expectativa de futura parceira.

Um forte abraço e conte comigo.

 

Mirian Escanhuela

 

TRASLATION

Hi Elisabeth

At first, I would like to be supportive to you for opening your life story.

I am a psychology, last year student at Unisinos University, I work at the university clinic department, attending children and teenagers victims of child sexual abuse, under the orientation of Prof. Renato Caminha. I also have Federal University (UFRGS) scholarship, under the orientation of Prof. Dr. Silvia Koeller, with a link to CEP RUA (See website http://www.ailha.com.br/ceprua/) as a researcher. My TCC has being developed in an orphanage in the city of Sapucaia do Sul, with abused and neglected children, where, apart from doing research I also do intervention work. I wanted to introduce myself to you, to let you know that I have great interest in working specially with children who are victims of these monsters, as well as, get involves to understand better  all the suffering the victims endure in the hands of their torturers. I also intend to produce knowledge material, to be supportive and help to sooth victims conditions, promoting serious research which shows the reality of child abuse in the Brazilian society. I have no intention of working nor doing a diagnose the pathologies of pedophiles, as this is not my objective, but, I intend to promote literature and data to help with the claim for better public and political attitudes and  prevention to the population who is exposed to these repulsive and sick psychopaths.

I am a researcher and I intend to star a Master Degree study to give continuation to my skills in this area. I got to learn about your story through your nephew, Rodrigo, Elia’s son), and I saw how much of a courageous warrior you are. Elisabeth, thinking about you story and courage, I though that, if you agree, and with your participation, I could take some material to psychology congresses and professional events. For ethical reasons, as well moral, I will not do anything without your consent. So I will be waiting for your answer, with the expectation of a future partnership.

A big hug and my support. 

 

Mirian Escanhuela

escanhuela@yahoo.com.br

 

 

 

 EntryNo:

7

 Date:

Friday, 

 7:41:31 PM

01.09. 2006

 

Margid

 

Internet Explorer

Australia

 

 

Hello Elisabeth, I've just visited your web site - I'm so impressed. What a courageous woman you are and how priviledged I feel to have met you. Love to you, Margid

 

TRADUÇÃO

Olá Elisabeth. Recém visitei seu site - Fiquei muito impressionada.

Que mulher corajosa é você e como me sinto privilegiada de ter te conhecido pessoalmente. Muito amor para você. Margid

 

 

 

 

 EntryNo:

6

 Date:

Tuesday
8:00 PM
26.08.2006 

 

E l i s a b e t h  N o n n e n m a c h e r

 

Internet Explorer

Australia

 

 

MENSAGEM DA AUTORA 

Gostaria de convidar  todos para visitar  texto de minha autoria, publicado no site do Rede InterAção http://paginas.terra.colvidos em construir uma sociedade brasileira mais conscientem.br/servicos/redeinteracao/ , a convite deste grupo de voluntarios envo e participativa.Obrigada a Walkyria Pereira Gonçalves e a todos os voluntarios da Rede InterAção.

E l i s a b e t h   N o n n e n m a c h e r

 

 

 

 

 EntryNo:

5

 Date:

Tuesday
11:59:52 PM
01.08.2006 

 

Rede InterAção

 

Internet Explorer

Brazil

 

 

Olá Elisabeth!

Parabéns por sua coragem! Parabéns pela força que a levou a sobreviver!Lendo suas declarações no seu site, nos sentimos completamente solidários. Não somente ao seu sofrimento, afinal você se considera uma sobrevivente e isso é um excelente sinal. Mesmo que as marcas permaneçam para sempre, você é uma vitoriosa. Mesmo que não tenha conseguido a adesão das demais vítimas, você retirou um véu dentro da sua família. Conseguiu salvar alguns, mesmo que alguns véus ainda continuem e nem todos possam ser salvos neste momento. O ser humano é uma coisa complexa demais, essas situações são tão incompreensíveis que dariam vários livros... e ainda assim ficariam muitos pontos obscuros.
Sua história, contada com tanta clareza e sinceridade é muito "emocionante". Não por sentimento de compaixão mas por um sentimento de pura "inconformidade" com a consciência de que há tantas vítimas inocentes passando por isso AGORA. 

Acreditamos sim, infelizmente, que há muitos casos, muito parecidos no que diz respeito às inexplicáveis relações familiares.Há também casos com histórico diverso sobre o mesmo problema. O importante é que todos nós devemos assumir como um problema nosso! Nossas crianças precisam dessa proteção!Nossa sociedade precisa ser despertada para a existência do problema! Para deixar de fazer de conta que não está acontecendo... Agir!
Proteger quem denuncia, dar apoio a quem sofreu o trauma, punir os criminosos!

Abraço.- Walkyria Pereira Gonçalves - Rede InterAção http://paginas.terra.com.br/servicos/redeinteracao/ 

 

TRANSLATION 

Hi Elisabeth!

Congratulations for your courage! Congratulations for your strength which took you to survive! Reading your statements in your site, we felt completely supportive. Not just for your suffering, because you consider yourself a survivor and this is a great out come. Even though the scars stay forever, you are a person of victory. Even though you cold not have all the victims at your side, you uncovered a veil which clouded your family. You got to save some people and not everybody can be saved at this moment. Human beings are too complex and these situations are so difficult to understand that it could result in many books written about it… and even so many points would still stay obscured.

Your story, told with such a clarity and sincerity, is “moving”. Not just for the feeling of compassion that it invokes, but for due to the feeling of “inconformity” driven by he consciousness that there are so many innocent victims going trough it NOW.  

We believe , unfortunately that there are many cases like yours, in unexplained and unbelievable family relationship. There are also cases with diverse history about the same problem. The important is to become conscious that the problem belongs to all us! Our children need this protection! Our society has to become awake for the existence of such a problem! To stop pretending that it is not happening… To take action!

We have to, protect those who denounce, give support to those who suffered trauma and punish the criminals!

Regards.  Walkyria Pereira Gonçalves

 Rede InterAção (Brazilian “InterAction Network” volunteers) http://paginas.terra.com.br/servicos/redeinteracao/

 

 

 

 

 

 EntryNo:

4

 Date:

Friday
15:21
16.06.2006

 

Adriane

 

Internet Explorer

Brazil

 

 

Parabéns pela sua coragem e determinação. Sofri com abusos na infância causados por um parente, marido da minha tia, e sei o que isto significa. O jogo de sedução e culpa, a vergonha, a vontade de gritar e o medo de não ser ouvida. Como iria contar pr'a alguem que o fulano tão conceituado na familia e na sociedade, com um emprego tão importante estava abusando de mim? Logo ele que me tratava tão bem na frente dos outros! Mas antes tarde do que nunca; seu site me ajudou a tomar coragem para alertar a familia de uma menina que pode se tornar vitima ou já é vitima deste pedófilo que me molestou. Obrigada por ser objetiva sobre um assunto tão negligenciado e que a maioria finge acreditar que só acontece na familia dos outros. Adriane

 

TRANSLATION 

Congratulations for your courage and determination. I suffered child sexual abuse by a relative, my auntie's husband, and I know what it means. The seduction games and guilt, the shame, the wish I could scream and the fear of not being listened to. How would I tell somebody that someone with such a good personal image in our family and society, with such an important job was abusing me? Just the one who used to treat me so well in front of others! But it is never too late: your site helped me to get the courage to warn the family of a little girl who could become the next victim, or she already is a victim of the same pedophile who abused me. Thank you for being so objective about a subject  which people neglect so much and that the majority pretend to believe that it only happens in other's peoples families . Adriane

 

 

 

 

 EntryNo:

3

 Date:

Saturday
03:32
29.04.2006

 

E l i s a b e t h   N o n n e n m a c h e r

 

Internet Explorer

Australia

 

 

3- MENSAGEM DA AUTORA
Vejam a atualização do site com nova página sobre o GAS: Grupo de Ajuda a Sobreviventes, no Brasil.
Agradeço também a quem puder ajudar com este tipo de iniciativa, com sugestões positivas ou que queiram divulgar a existência de outros grupos de mesma natureza, no Brasil ou outros países, para que as pessoas possam saber onde encontrar apoio.

MESSAGE FROM THE AUTHOR
I would like to tell about the new site update about GAS: Survivors Help Group in
Brazil (English version will be available soon).
I also would like to thank whoever would like to help with this type of initiative, with positive suggestions or who wish to tell about other groups like this, in Brazil or overseas, so people know where to find support.
E l i s a b e t h   N o n n e n m a c h e r

 

 

 

 

 EntryNo:

2

 Date:

Saturday
02:34
29.04.2006

 

E l i s a b e t h  N o n n e n m a c h e r

 

Internet Explorer

Australia

 

 

2-MENSAGEM DA AUTORA
Gostaria de recomendar a leitura do EXCELENTE artigo “Violência contra as mulheres” publicado na revista Boa Saúde, que pode também ser acessado através do site da UOL no endereço: http://boasaude.uol.com.br/e speciais/violencia/
Trata-se da publicação de pesquisas da universidade americana John Hopkins, trazendo estatísticas de violência sexual contra as meninas e mulheres, e mostrando as consequências desta violência na saúde física e mental das vítimas, no controle de natalidade, no desenvolvimento da mulher, as repercuções na sociedade e sugere estratégias de combate a este tipo de violência através da participação de profissionais de saúde, meios de comunicação, e comprometimento do estado.
Este artigo é uma indispensável fonte de referência para pesquisas médicas, sociais e jurídicas bem como para elaboração de políticas públicas.
Uma rara oportunidade para brasileiros de todas as esferas e níveis de educação aprenderem mais sobre um assunto no qual o país está ainda tão atrasado tanto em matéria de conhecimento como de atitude.
E l i s a b e t h   N o n n e n m a c h e r

 

 

 EntryNo:

1

 Date:

Friday
20:22
28.04.2006

 

E l i s a b e t h  N o n n e n m a c h e r

 

Internet Explorer

Australia

 

 

1-MENSAGEM DA AUTORA
Gostaria de convidar as pessoas para que voltem a colocar mensagens no guestbook se assim desejarem.
As mensagens a partir de agora passarão por triagem de spam, aparecendo no guestbook após esta avaliação.
Este espaço também poderá ser usado como messageboard ou painel de avisos, para comunicar acontecimentos, atualizações da página, publicações, artigos e serviços referentes a abuso sexual na infância e violência sexual contra mulheres.
Agradeço desde já a participação de todos que queiram colaborar para combater violência sexual contra crianças e mulheres.

MESSAGE FROM THE AUTHOR
I would like to invite people to come back and place messages in the guestbook if they wish to do so.
Messages are now subject to a spam screen, being shown in the guestbook after this.
This space can also be used as a messageboard to communicate news, webpage updates, publications, articles and services referring to child sexual abuse and sexual violence towards women.
I would like to thank in advance all people who will join to fight sexual violence against children and women.

E l i s a b e t h   N o n n e n m a c h e r